Verdade relativa

Debates e outras discussões que envolvem os temas da ciência, religião, política e filosofia.
Post Reply
User avatar
fascist_
Moderador
Moderador
Posts: 96
Joined: Fri Jul 29, 2016 5:35 pm

Verdade relativa

Post by fascist_ » Sat Feb 11, 2017 8:01 am

Verdade relativa.

Podemos mesmo conhecer a Verdade? Para responder a essa questao, irei usar um pouco da filosofia discordiana.

A Lei dos Cinco é explicada na página 00016 dos Principia Discordia:
"A Lei dos Cinco diz simplesmente que: TODAS AS COISAS ACONTECEM EM CINCO, OU SÃO DIVISÍVEIS OU MULTIPLICÁVEIS POR CINCO, OU ESTÃO DE CERTA FORMA DIRETA OU INDIRETAMENTE LIGADAS AO 5. A Lei dos Cinco nunca está errada."

Esse texto de primeira pode parecer um absurdo, mas ele tem razao, tudo tem relaçao com cinco. Vejam:
Temos cinco dedos na mão, cinco dedos nos pés. Quantos segundos o microondas fica apitando? 5 segundos.
O relógio pula de cinco em cinco minutos para facilitar a contagem. O seis é a multiplicaçao de tres e dois,
a soma da cinco.

O que quero dizer é que tudo tem relaçao com cinco se você tentar o bastante. O mesmo funciona com as conspiraçoes, religiao, a filosofia, etc. Nos agimos no mundo real, porém o que vemos é apenas uma interpretaçao do mundo criada pelo cerebro. Nao sao todos os impulsos que sao processados pelo nosso cerebro, porque isso daria um grande overload. Ao invés disso, eles sao ignorados e preenchidos com os nossos conceitos.

Um esquizofrenico, por exemplo, ele pode ouvir e enxergar coisas que nao existem (ou existem?), mas isso acontece com qualquer um. Para questoes de sobrevivencia, o nosso cérebro gosta de observar padroes e formar imagens. Por exemplo, as estrelas nao formam figuras, somos nos que juntamos os pontos e entao vemos peixes e coisas do tipo. Assim como podemos identificar rostos em manchas no teto, em objetos do dia dia, basta ter dois pontos e um risco. Quando as pessoas relatam ter visto fantasmas, é porque elas identificaram um rosto em algum objeto no meio do escuro e somado a fé, concluiram que era algo de outro mundo. Agora vamos ver na ciencia, quando falamos da lei da açao e reaçao, é so nosso cerebro unindo os pontos novamente, concluindo que uma açao é reaçao de outra.

Esses sao exemplos bem basicos, o que eu quero dizer com isso tudo, é que diferentes pessoas podem unir os pontos de diferentes maneiras. Nao existe um jeito correto. Em uma discussao entre pessoas de ideologias diferentes, cada uma vai dar uma explicaçao que condiza com suas crenças politicas, cada uma acredita que esta correta.

--------------------------------------------


Um Koan Zenerdista Aplicada.

Um mestre foi procurado por um aluno de calculo. O mestre zen era alem de discordiano, um professor de fisica e matematica.
O aluno surgiu com uma problematica. Nao conseguia resolver a integral de a^x.
O mestre zen perguntou: "Por que nao consegue resolver?".
O estudante respondeu: "Eu nao consigo sair do lugar. Nao sei como resolver. Nao vejo nada de diferente".
O mestre zen entao disse: "Você nao consegue resolver porque espera algo diferente. Porém, a integral de a^x é ele proprio".
Nesse instante o estudante foi iluminado pelo mao de Eris repousada sobre a matematica.

"Nao ha fatos, ha apenas interpretaçoes." Friedrich Nietzsche.

Grande Pateta: Éris é verdade?
Mal-2: Tudo é verdade.
GP: Mesmo coisas falsas?
M2: Mesmo coisas falsas são verdade.
GP: E como pode ser isso?
M2: Eu não sei cara, eu não fiz isso.

--------------------------------------------

A afirmaçao de que a verdade é relativa nao é verdade? Nao, mas isso nao significa que o relativismo esteja correto ou incorreto, significa apenas que pessoas com conceitos diferentes irao interpretar de maneiras diferentes, entao nem todas concordarao com isso. Resumidamente, o que essa filosofia propoe é que a Verdade (com "V" maiusculo => verdade absoluta) é impossivel de ser atingida pelo ser humano. Agimos no mundo real, porém enxergamos uma representaçao dele.

Devo abandonar a busca pela verdade? A ciencia nao faz mais sentido? R: A sugestao que pra mim se destaca mais é que cada um procure sua propria verdade por meio das experiencias, como dizia Socrates. Uma das regras do Discordianismo é: "nao acredite no que lê", pra mim o que isso esta dizendo é que justamente você deve testar as coisas com sua propria interpretaçao antes de considerar o que você lê como a sua verdade.

Post Reply

Return to “Ciência / Religião / Filosofia / Política”