[Telecom] RTTY RadioTeleTYpe(decodificando) - parte 2

Postagem de conteúdo sobre telecomunicação e radio frequência
Post Reply
User avatar
51M0N
Admin
Admin
Posts: 869
Joined: Fri Jan 02, 2015 2:06 pm

[Telecom] RTTY RadioTeleTYpe(decodificando) - parte 2

Post by 51M0N » Thu Oct 13, 2016 3:42 pm

Para ver a parte 1 desse desse tema acesse aqui, bem galera voltando um pouco na história durante a Segunda Guerra Mundial, as transmissões digitais tiveram uma grande importância na troca de informações. Eram feitas com auxílio de máquinas de Teletipo (TTY)[1][2]. Como podem ver no vídeo[1][2] eram máquinas eletromecânicas, lentas, barulhentas; parecem muito com maquina de datilografia. Eram acopladas aos rádios transmissores e dessa maneira, faziam a transmissão de RTTY. Essas teleimpressoras utilizavam um código padronizado internacionalmente sob o nome Baudot ou Murray.

Alguém teve a idéia de conectar um equipamento de rádio, para fins amadorísticos, à uma teleimpressora. Então surgiu a transmissão de RTTY com a chegada de novas tecnologias começou a usar frequências de áudio diferentes (FSK), com a chegada do computador, as máquinas de teletipo foram abandonadas e foram adotados novos sistemas que utilizavam microcomputadores e com isso passou a usar o código ASCII, podemos então ter algumas codificações no envio dessas mensagens vejamos abaixo:

imagem01 (Imagem do software Fldigi para decodificação)

PSK: Onde são usados para sinais decodificados, tende a diminuir quanto à intensidade dos sinais tornam-se fracos ou são afetados por níveis altos de ruído, o PSK63 e PSK 125 são muito utilizado por radioamores, o PSK31 e outros modos PSK sofrem com o impacto de sinais fortes próximos o que pode fazer com que o software essencialmente apenas decodifique estações fortes nas proximidades, com uso de filtros e configurações corretas podem reduzir esse problema.
HELL (Hellschreiber): Possui um desempenho moderado se trabalhado em sinais fracos.
MFSK: Possui performance moderada e trabalha com sinais fracos, o mais usados são MFSK32, MFSK 64 e o MFSK16.
THOR: tem boa performance em termos de trabalho com sinal fraco, o mais usado é o THOR utilizado por redes de emergência para passar o tráfego ponto a ponto.
OLIVIA : Muito comum, especialmente em redes digitais, usado com frequência para transferências digitais e mensagens em HF e VHF, ponto-a-ponto e em emergências.
CONTESTIA : Similar ao modo Olivia em termos de desempenho, mas não muito comum, pode passar dias sem ouvir os sinais deste modo.
THROB: Criado para moderar o desempenho em termos de robustez, pode ser usado como modo de conversação.
DominoEX: Similar a Olivia em termos de desempenho, mas não muito comum.
MT63: rendimento moderado em condições fracas, muito utilizado por grupos de emergência em HF, boletins e troca de informações, e muito mais.

Recomendo fazer uma leitura também na referência “Operação de rádio HF Digital Moderna”.

RTTY decodificação

A mensagem digital pode ser decodificado usando uma variedade de pacotes de software livre, vamos usar o Fldigi o download pode ser feito aqui[3] e instale, agora vamos fazer o download[4] de um trecho de um arquivo .mp3
Como nosso arquivo .mp3 esta codificado em MFSK64 precisamos fazer algumas configurações no Fldigi veja a imagem abaixo.

imagem02

A parte de reprodução de áudio no Fldigi para ser decodificar a mensagem, algumas maneiras simples de reproduzir o áudio:
--- se tiver algum microfone embutido em seu computador, execute o áudio fornecido e amplifique o sinal perto do microfone do computador, o Fldigi ira decodificar o sinal
--- Outro método seria reproduzir o arquivo .mp3 no seu computador usando programas de áudio virtual (estou usando o virtual audio cable 4.10) caso queira aqui[5] tem outras opções free de emulação de cabo de áudio, irei fazer as seguintes configurações no Fldigi baseando no virtual audio cable usando o windows veja abaixo.

Baixe e instale o virtual audio cable, após instalar faça como imagem abaixo:

imagem03

Vamos agora configurar o Fldigi para aceitar o virtual audio cable veja abaixo, coloque nessas seguintes configurações :

imagem04

Iremos então reproduzir o áudio no Fldigi veja o vídeo(melhor resolução faça o download) de demostração.


Galera fico por aqui, achei interessante esse modo de codificação feito pela galera de radioamador. Da ate para pensar em alguns projetinhos futuros..ehehehe



Referências
[1] https://www.youtube.com/watch?v=Y6j6pDnGrQA
[2] https://www.youtube.com/watch?v=MikoF6KZjm0
[3] https://web.archive.org/web/20150316105 ... ldigi.html
[4] https://my.pcloud.com/publink/show?code ... y7mLfzHuGX
[5] http://www.rtl-sdr.com/a-list-of-5-free ... -programs/
Operação de rádio HF Digital Moderna ~> https://www.nonstopsystems.com/radio/radio-sounds.html
Image
"Você, eu, nem ninguém vai bater tão duro como a vida. Mas não se trata de bater duro. Se trata de quanto você aguenta apanhar e seguir em frente (...). É assim que se consegue vencer." by Rocky Balboa

User avatar
Kodo no Kami
Admin
Admin
Posts: 688
Joined: Fri Jan 02, 2015 1:56 pm
Contact:

Re: [Telecom] RTTY RadioTeleTYpe(decodificando) - parte 2

Post by Kodo no Kami » Fri Oct 21, 2016 8:24 am

muito bom mano, no linux o nome tty é usado ate hoje para cada novo terminal aberto so nao sei se tem alguma coisa a ver kkk
Image

que desagradavel ~ mirai kuriyama

User avatar
51M0N
Admin
Admin
Posts: 869
Joined: Fri Jan 02, 2015 2:06 pm

Re: [Telecom] RTTY RadioTeleTYpe(decodificando) - parte 2

Post by 51M0N » Fri Oct 21, 2016 3:32 pm

Kodo no Kami wrote:muito bom mano, no linux o nome tty é usado ate hoje para cada novo terminal aberto so nao sei se tem alguma coisa a ver kkk
ixe mano sabe que não me atentei para isso, tem haver sim o TTY faz uma referência aos terminais de teletipo é hoje são utilizados no linux e tem toda uma história por traz, veja esse post desmistificando o TTY
Image
"Você, eu, nem ninguém vai bater tão duro como a vida. Mas não se trata de bater duro. Se trata de quanto você aguenta apanhar e seguir em frente (...). É assim que se consegue vencer." by Rocky Balboa

Post Reply

Return to “Telecomunicação / RF”